www.institutofeiradolivro.com.br

evento

notícias

FEIRA DO LIVRO RECEBEU MAIS DE 60 MIL PESSOAS

11/08/2008 08h53min - A Feira Internacional do Livro de Foz do Iguaçu depois de 10 dias de uma verdadeira maratona de eventos e atividades culturais terminou, ontem, 10, com saldo positivo de vendas e de público. A Feira realizada em frente à Fundação Cultural recebeu mais de 60 mil pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos. E vendeu cerca de 40 mil exemplares.
Todas as atrações, como as palestras com os grandes nomes da literatura brasileira e estrangeira – Laurentino Gomes, Moacyr Scliar, Cristóvão Tezza, Miguel Sanches Neto, Domingos Meirelles, Domingos Pellegrini, Rodrigo Capella, Ricardo Kostcho e Mauri König -, bate-papos, sessões de autógrafos, oficinas, lançamentos de livros e contação de histórias tiveram lotação máxima.
Em termos comerciais, os mais de 30 livreiros de Foz do Iguaçu e de outras cidades brasileiras, juntos, disseram ter superado a expectativa em pelo menos 30%.
Segundo Sueli Brandão, presidente do Instituto da Educação e do Livro (IEL), organizador do evento, o balanço positivo não foi apenas no sentido de valores, mas na mudança que começou a provocar na população de Foz. Ela salientou que muitos dos visitantes, além de participar das atrações e de comprar os títulos disseram ser o melhor evento de cultura já realizado na cidade. “Tantos os expositores como o público tem questionado quando será a próxima edição. Muitos se colocaram à disposição para ajudar na programação e organização”, pontuou.
De acordo com Sueli, a comissão organizadora está avaliando essa edição da feira e programando a próxima para maio. “Acreditamos que em maio, os iguaçuenses e turistas poderão participar de uma outra feira de livros”, frisou.
Os expositores
Para Mirian Carvalho, da Top Livro, que participa de diversas feiras pelo país e, na próxima semana, segue para a Bienal, em São Paulo, o movimento e a participação do público superou as metas previstas. “Foi muito bom. Vendemos mais que em outras cidades do mesmo porte e que tem a cultura de realizar feiras anualmente”, disse.
Segundo Carolini Maciel, funcionária da Livraria Nobel, o resultado da Feira foi muito positivo. De acordo com ela, venderam mais de 20% do esperado. Para Carolini, não foi apenas bom porque conseguiram vender livros, mas porque tiveram a oportunidade de divulgar a livraria, levar o livro ao encontro das pessoas e estimular o gosto pela leitura. “Tenho certeza que conseguimos mexer um pouco com o público no sentido de mudar o comportamento dos iguaçuenses”, destacou.
Marli Wilke também terminou a feira satisfeita. “Não esperava vender tanto. Vendi pelo menos o dobro do esperado”, frisou.
A Feira Internacional do Livro foi realizada pelo IEL, com o apoio da Itaipu Binacional e Fundação Cultural.

 

 

 

 

Copyright Instituto da Educação e do Livro ® - 2008 - Todos os Direitos Reservados ||| Desenvolvido por Zumerata Internet